O medo de dizer não

Thursday, 25 February 21

O não é uma palavra muito pequena, mas consegue ser carregada de uma carga emocional tão grande que, em alguns momentos, dizê-lo traz sofrimento. Embora para alguns dizer não é normal e, dizer esse constante não dificilmente produz consequências sentimentais. Para outros, o fato de não conseguir dizer não é capaz de deixar sequelas no seu psicológico.
Muitos podem ser os motivos que impedem uma pessoa de dizer não, e se forem relacionados aqui, poderiam gastar tempo e deixar a leitura cansativa. O fato a ser observado é, se a falta do não está causando dor e sofrimento. Sofrimento pode ser traduzido aqui em fazer tarefas com constantes angústias, permitir que outros tomem decisões em seu lugar, não exercer suas vontades, medo de ser mal interpretado, necessidade de ser aceito etc. Todas as vezes que o falar não produz sentimentos dolorosos, esse precisa ser repensado. Existem casos em que o indivíduo necessita passar por terapia para aprender a dizer o não.
O dizer não pode ser a maneira de dizer sim para nosso ser interior. Sim para mim, sim para meu tempo, sim para minhas condições, sim para minhas necessidades, sim para satisfazer minha vontade etc. Isso tudo pode ser traduzido em um simples não, simples na forma da palavra, porém muito complicado em sua execução.
Se você está lendo até aqui, é porque de alguma forma se identificou com o texto ou conhece alguém que tenha dificuldade em dizer não. Esse é um bom começo, reconhecer a dificuldade.
Algumas orientações para vencer o medo ou a angústia de dizer o não.
• Reconhecer essa dificuldade. Você não é e nunca será o único com esse problema.
• Olhe no espelho e diga não. Se enxergar dizendo não, é uma forma de visualizarmos essa nossa capacidade de resposta.
• Refletir constantemente sobre os nãos não falados. Se o caso, procure reparar isso, sua saúde emocional pode ser mais importante que o constrangimento de retificar sua resposta.
• Procure ajuda de um familiar ou um amigo que possa lhe auxiliar nas reflexões e no aprendizado de dizer não.
• Procure terapia. Existem casos que somente com ajuda de um profissional pode se obter resultados mais satisfatórios.
O objetivo deste breve texto é ajudar de alguma forma aqueles que tem dificuldades de dizer não, ao aceitar passivamente tudo ao seu redor. Dizer não pode ser uma atitude que precise de coragem, e para falta de coragem, o texto termina aqui com um grande não.

PRECISO DE UM TEMPO

Thursday, 13 August 20

PRECISO DE UM TEMPO

Não se desespere! Você precisa parar por alguns minutos.

Muitas vezes as coisas não saem como planejado. E agora? O que fazer quando o problema saiu do controle? Apenas minutos é o que preciso, para compartilhar este texto que escrevi para meus colegas de trabalho.

 

PRECISO DE UM TEMPO.

CRISTAIS ACHADOS E PERDIDOS

 

Meu querido colega.

Quando me foi dada a oportunidade de conversar com você, muitos assuntos me vieram a mente, uma vez que gosto de trocar experiências e fico feliz em aprender com cada amigo que tenho dentro desta empresa. Era final de Junho, tinha ainda algumas provas da faculdade e um Trabalho de Conclusão de Curso da Pós Graduação para entregar. Minha programação foi estar livre para lhe escrever na segunda semana de Julho.

Mas como imprevistos acontecem, ocorreram alterações bruscas na rotina de minha família e na unidade onde atuo, o qual me deixaram totalmente atarefado sem quaisquer condições para sentar e transformar meus pensamentos em frases. Logo, a repetição dos afazeres, a impossibilidade de me dedicar aquilo que gosto (escrever), as constantes notícias trágicas dos boletins médicos relacionados a pandemia em minha cidade, estavam me sufocando, me encontrei em uma situação onde sentia não haver mais espaço para viver minha vida.

Creio que muitos neste momento podem estarem se sentindo assim, sufocados pela rotina, preocupados com os acontecimentos, com medo, assustados e até mesmo desanimados. Esse é um quadro desagradável, mas real e possível de acontecer com todos nós. Notei que as situações negativas estavam se multiplicando, os problemas aumentando. Cada vez que nascia um novo dia, a chance de o sol sorrir para mim parecia diminuir.

Lembrei-me de uma lição que aprendi com um livro de John Maxwell. Não se trata de uma lição sobre autoajuda ou mágica, mas uma observação que muito nos ensina para agir nestes momentos de constantes perdas ou acúmulos de sentimentos negativos. Falo de algo chamado por ele de Lei do Impulso.

Ele relata que se observarmos os jogos de Vôlei ou Basquete por exemplo, quando um time faz uma sequência de ataques certeiros, levando vantagem sobre o adversário, quem está perdendo pede tempo. Isto é para o técnico uma forma de quebrar aquela sequência de ataques, permitindo ao seu time se recompor, se organizar, reavaliar uma nova estratégia de ataque e virar o jogo.

Você pode agora estar perguntando: O que esta Lei do Impulso tem a ver comigo? Minha resposta é: Tudo. Se estamos em um momento prazeroso de nossa vida, devemos aproveitar este momento intensamente, porque a cada conquista aumenta mais vontade de continuar e vencer. Agora, se estamos em um momento de sucessivas perdas, derrotas, precisamos pedir tempo, frear essa sequência e reformular nossas estratégias.

Se um dia após o outro percebemos uma sequência de sentimentos ruins, a constante rotina, nosso ânimo diminuindo e nossas forças se minando, precisamos pedir tempo, fazer algo para interromper a sequência. Vamos quebrar essa rotina, aproveitar este momento e a partir dele ganhar forças para virar o jogo? O que te dá prazer que pode ser feito hoje? Assistir um filme? Ficar com quem ama? Tocar uma música? Fazer algum exercício? Pergunte para si mesmo: O que posso fazer para oxigenar minha vida? Faça isso. Tenho certeza que após esta pausa, este pedido de tempo no jogo da vida, você terá melhores condições de retornar. Nossa vida precisa de equilíbrio.

Ah! Quanto a mim, pedi um tempo para conversar com você e te garanto, após esta conversa vou voltar renovado para minhas tarefas, tendo a certeza que de alguma forma contribuí para seu dia.

Lembre-se:

“Tudo tem um momento em nossa vida, mas a duração e a intensidade deste momento dependem de nós.”

 

MATEUS GAMA RODRIGUES

DISTANCIAMENTO E NÃO ISOLAMENTO

Tuesday, 11 August 20

reflita

A atual pandemia não mudou as pessoas, simplesmente demonstrou o que elas são

DISTANCIAMENTO E NÃO ISOLAMENTO.

Você já parou para pensar entre a diferença de isolamento e distanciamento? Uma forma de passar por este momento mantendo a nossa saúde mental é estar entre amigos. Mas como fazer isto? Quando falamos de distanciamento social estamos falando apenas da distância física.
Fomos criados seres sociais, com necessidade de relacionamento e contato. Se a atual situação nos impede de realizarmos o contato que tanto necessitamos, hoje temos a nossa disposição muitas formas de nos reunirmos digitalmente. Seja com a família, com amigos, uma reunião de negócios ou um encontro, podemos usar a tecnologia a nosso favor.
Devemos evitar o isolamento, ele causa danos, aumentando muito a chance de desenvolvimento de doenças psíquicas. Chame um amigo, um familiar ou um colega para bater um papo, colocar os assuntos em dia, contar como está, isto tudo faz bem para mente.
Os sentimentos estão emergentes neste momento, muitos pensamentos orbitam nossa mente, e nada melhor que alguém para conversar. Separe um período em sua semana para falar com aquela pessoa que faz tempo que não vê. Chame-a através da rede social, faça um convite para um café virtual. Será muito agradável este momento.
Se você está aflito por algum motivo, compartilhe esta sensação com alguém que possa lhe escutar, você irá perceber que seu fardo ficou mais leve. Quando falamos expressamos o que está dentro de nós e isto produz uma reação de prazer e descanso.
Se você está bem, ofereça seus ouvidos para ouvir alguém de forma empática, faça uma ligação, pergunte sobre essa pessoa, seja um instrumento de alívio para quem necessita.
Não fique isolado, fique distanciado participando de todos os benefícios que um relacionamento possa lhe proporcionar.

“Para estar junto não é preciso estar perto, e sim do lado de dentro”. (Leonardo da Vinci)

MATEUS GAMA DA SILVA RODRIGUES

Família, educação e emoções no isolamento social.

Sunday, 31 May 20

Um bate papo com Maria Mamud Psicopedagoga e Mateus Rodrigues Psicanalista.

Como auxiliar as crianças e adolescentes nos estudos e nas rotinas? É possível manter a saúde

A atual pandemia não mudou as pessoas, simplesmente demonstrou o que elas são.

Wednesday, 29 April 20

reflita

A atual pandemia não mudou as pessoas, simplesmente demonstrou o que elas são